FILHOS DE IMPÉRIO E PÓS-MEMÓRIAS EUROPEIAS
Ⓒ Rosana Paulino | Gabinete de curiosidades | 2017 [cortesia da artista]

ACADÉMICAS

Jornal Memoirs 2019
Coordenação Editorial: António Pinto Ribeiro, Margarida Calafate Ribeiro e Felipe Cammaert

2019 | Jornal Público

"Para desenhar a Europa do futuro"
Margarida Calafate Ribeiro

2019 | Jornal de Letras

"Um retratista dos nossos tempos"
António Pinto Ribeiro
2019 | Jornal de Letras

"O que pode a cultura?"
António Pinto Ribeiro
2019 | Jornal Público

"A Restituição"
António Pinto Ribeiro

2018 | Jornal Público

Jornal Memoirs 2018
Coordenação Editorial: António Pinto Ribeiro e Margarida Calafate Ribeiro

2018 | Jornal Público

"Descolonização"
Margarida Calafate Ribeiro

2017 | Atlas. Cartografia afro-lusa de Cultura, Artes e Língua. GLOSSÁRIO DIGITAL no âmbito do Projeto Estórias: Portugal-Áfricas.

 

Open Access

"Lutas Anti-coloniais"
Margarida Calafate Ribeiro

2017 | Atlas. Cartografia afro-lusa de Cultura, Artes e Língua. GLOSSÁRIO DIGITAL no âmbito do Projeto Estórias: Portugal-Áfricas.

 

Open Access

"Massacre"
Roberto Vecchi

2017 | Atlas. Cartografia afro-lusa de Cultura, Artes e Língua. GLOSSÁRIO DIGITAL no âmbito do Projeto Estórias: Portugal-Áfricas.

 

Open Access

"Trauma"
António Sousa Ribeiro

2017 | Atlas. Cartografia afro-lusa de Cultura, Artes e Língua. GLOSSÁRIO DIGITAL no âmbito do Projeto Estórias: Portugal-Áfricas.

 

Open Access

"Violação"
Júlia Garraio

2017 | Atlas. Cartografia afro-lusa de Cultura, Artes e Língua. GLOSSÁRIO DIGITAL no âmbito do Projeto Estórias: Portugal-Áfricas.

 

Open Access

"Lusotropicalismo"
Júlia Garraio
2017 | Atlas. Cartografia afro-lusa de Cultura, Artes e Língua. GLOSSÁRIO DIGITAL no âmbito do Projeto Estórias: Portugal-Áfricas.


Open Access

"Diáspora"
Martina Mattozi
2017 | Atlas. Cartografia afro-lusa de Cultura, Artes e Língua. GLOSSÁRIO DIGITAL no âmbito do Projeto Estórias: Portugal-Áfricas.


Open Access

"Migrações"
Martina Mattozi
2017 | Atlas. Cartografia afro-lusa de Cultura, Artes e Língua. GLOSSÁRIO DIGITAL no âmbito do Projeto Estórias: Portugal-Áfricas.


Open Access

"Des sources orales pour l’histoire globale"
Tramor Quemeneur

2017 | Textes et Documents pour la Classe, n. 1110, 34-37.

 

Open Access

Amer M., de Joséphine Serre, ou l’amertume de la mémoire.
Tramor Quemeneur

2016 | L´École des Lettres


Open Access

Recensão a África contemporânea em cena. Perspetivas interdisciplinares, 2015, de Selma Pantoja, Edvaldo A. Bergamo, Ana Cláudia da Silva (orgs.). São Paulo: Intermeios
Fabrice Schurmans
2016 | “Ler na fronteira. As Literaturas Africanas de língua portuguesa em perspetiva comparada”, número temático da revista E-Cadernos

 

Open Access

Recensão a “Blackness”, número temático da revista Politique Africaine, 2014/4, nº 136. Karthala
Fabrice Schurmans
2016 | “Ler na fronteira. As Literaturas Africanas de língua portuguesa em perspetiva comparada”, número temático da revista E-Cadernos

 

Open Access

Recensão a La guerre d’Algérie. Les combattants français et leur mémoire, 2016, de Jean-Charles Jauffret. Paris: Odile Jacob
Tramor Quemeneur
2016 | “Ler na fronteira. As Literaturas Africanas de língua portuguesa em perspetiva comparada”, número temático da revista E-Cadernos

 

Open Access

Recensão a Le postcolonial comparé, anglophonie, francophonie, 2014, de Claire Joubert (org.). Saint-Denis: Presses Universitaires de Vincennes

Fabrice Schurmans

2016 | “Ler na fronteira. As Literaturas Africanas de língua portuguesa em perspetiva comparada”, número temático da revista E-Cadernos

 

Open Access

Recensão a Racismos – Das Cruzadas ao Século XX, 2015, de Francisco BethencourtLisboa: Temas & Debates/ Círculo dos Leitores (tradução do título original inglês: Racisms – From the Crusades to the Twentieth Century, Princeton University Press, 2013)

Margarida Calafate Ribeiro

2016 | “Ler na fronteira. As Literaturas Africanas de língua portuguesa em perspetiva comparada”, número temático da revista E-Cadernos

 

Open Access

Recensão a "Angola: Poesia e Prosa", número temático da revista Textos & Pretextos, Maria Gil Reis (org.), n.º 19, Primavera/Verão 2015

Júlia Garraio

2016 | “Ler na fronteira. As Literaturas Africanas de língua portuguesa em perspetiva comparada”, número temático da revista E-Cadernos

 

Open Access

"Insônia ou a pobreza não descansa"

Roberto Vecchi | Éderson de Oliveira Cabral

2019 set-dez. | ALEA | Rio de Janeiro | vol. 21/3 | p. 117-130.

 

"Vidas deslocadas pelo colonialismo e pela guerra"

Fátima da Cruz Rodrigues

2019 | Dossiê Memórias da Violência Colonial: reconhecimentos do passado e lutas pelo futuro, Estudos Ibero-Americanos, Porto Alegre, v. 45, n. 2, maio-ago: 49-63.

 

Open Access

"A visita da tia Teresa : experiência da guerra colonial e resiliência pela escrita em Os Cus de Judas"

Felipe Cammaert

2019 | Revista Colóquio/Letras, n.º 201, Maio: 20-31.

 

Open Access

A África no cânone na literatura lusófona pós-colonial”
Fernanda Vilar

2018 | Revista Digital do Programa de Pós-Graduação em Letras da PUCRS, v. 11, n. 1: 55-64. 

 

Open Access

"A Past that Will not Go Away. The Colonial War in Portuguese Postmemory"
António Sousa Ribeiro, Margarida Calafate Ribeiro

2018 | Lusotopie, 17(2), 277-300

 

Open Access

"Lusophony or the Haunted Logic of Postempire"
Paulo de Medeiros

2018 | Lusotopie, 17(2), 227–247

 

Open Access

"Para acabar de vez com a lusofonia"
António Pinto Ribeiro

2018 | Lusotopie, 17(2), 220–226

 

Open Access

"Archivos disonantes, traducciones fallidas"
Margarida Calafate Ribeiro

2018 | Contraportada, 3, 64-83

 

Open Access

Uma viagem sonora pela Lisboa de Fernando Pessoa

Felipe Cammaert

2018 | Pessoa Plural, 14: 398-401.

 

Open Access

"Vers une postmémoire de la traite et de l’esclavage?"
Fabrice Schurmans

2017 | Carnets, 10, 1-14

 

Open Access

"A linguagem tropical de Sony Labou Tansi"

Fernanda Vilar

2017 | Revista Non Plus, 6(12): 201-215. 

 

open access

“I Tempi della Fine. Il processo di decolonizzazione in Portogallo e i percorsi dell’Europa”

Margarida Calafate Ribeiro

2016 | Altre modernità/ Otras modernidades/ Autres modernités/ Other Modernities

 

Open Access

“Os fins do tempo do fim: descolonização, negação, pertença”
Roberto Vecchi
2016 | Altre modernità/ Otras modernidades/ Autres modernités/ Other Modernities

 

Open Access

Ler na fronteira. As Literaturas Africanas de língua portuguesa em perspetiva comparada
Fabrice Schurmans | Margarida Calafate Ribeiro
2016 | Organização do número temático da revista E-Cadernos

 

Open Access

“Fabienne Kanor e Toni Morrison, escritoras do Atlântico: escrever para transformar a vala comum em cemitério”

Fabrice Schurmans

2016 | Configurações, vol. 17, 153-166

 

Open Access

“Um pensamento meridiano: o Atlântico Sul e as articulações teóricas luso-brasileiras”

Roberto Vecchi

Relações luso-brasileiras - imagens e imaginários
Ida Alves e Gilda Santos (org.)
2019, Rio de Janeiro: Editora Oficina Raquel, 75-88.

 

Open Access

"Falas das e sobre as Américas - os modos e os equívocos do olhar"

Margarida Calafate Ribeiro
O Desejo de Viver em Comum, vol. 2
António Pinto Ribeiro (org.),
2019, Lisboa: Tinta da China e Lisboa Capital Ibero Americana da Cultura, 173-186.

“Ponte aérea da TAP”

Margarida Calafate Ribeiro
As Voltas do Passado: A Guerra Colonial e as Lutas de Libertação
Miguel Cardina; Bruno Sena Martins (org.)
2018, Lisboa: Tinta da China, 332-337


Open Access

“Todas las mujeres portuguesas fueron a la guerra colonial”

Felipe Cammaert
La costa de los murmullos

Lídia Jorge
2018, Bogota: Ediciones Uniandes


Open Access

Inequalities, in other words – literary portrayls of the cities of Luanda and Maputo

Margarida Calafate Ribeiro

Social Inequality in the Portuguese-Speaking World - Global and Historical Perspectives
Francisco Bethencourt (ed.)
2018, Sussex: Sussex Academic Press

 

Open Access

“Património, Patrimónios: comunidade, língua e pós-memória”

Margarida Calafate Ribeiro e Roberto Vecchi

Léxico Concetual Luso-Brasileiro
Ivan Domingues e Roberto Vecchi (org.)
2018, Belo Horizonte: Editora UFMG

 

Open Access

“Para além da memória da Casa de Estudantes do Império”

Margarida Calafate Ribeiro

Casa dos Estudantes do Império: dinâmicas coloniais, conexões transnacionais
Cláudia Castelo | Miguel Bandeira Jerónimo (org.)
2017, Lisboa: Edições 70

 

Open Access

“Geometrias da Memória: configurações pós-coloniais – Prefácio”

António Sousa Ribeiro | Margarida Calafate Ribeiro

Geometrias da memória: configurações pós-coloniais

António Sousa Ribeiro | Margarida Calafate Ribeiro (org.)

2016, Porto: Afrontamento

 

Open Access

“A Casa da Nave Europa – miragens ou projeções pós-coloniais?”

Margarida Calafate Ribeiro

Geometrias da memória: configurações pós-coloniais
António Sousa Ribeiro | Margarida Calafate Ribeiro (org.)
2016, Porto: Afrontamento

 

Open Access

“Reversos da modernidade: colonialismo e Holocausto”

António Sousa Ribeiro

Geometrias da memória: configurações pós-coloniais
António Sousa Ribeiro | Margarida Calafate Ribeiro (org.)
2016, Porto: Afrontamento

 

Open Access

“Subalternidades no(s) Atlântico(s) Sul”

Roberto Vecchi

Geometrias da memória: configurações pós-coloniais
António Sousa Ribeiro | Margarida Calafate Ribeiro (org.)
2016, Porto: Afrontamento

 

Open Access

“Revisitando os lutos inacabados do império”

Miguel Bandeira Jerónimo

Geometrias da memória: configurações pós-coloniais
António Sousa Ribeiro | Margarida Calafate Ribeiro (org.)
2016, Porto: Afrontamento

 

Open Access

“Podemos descolonizar os museus?”

António Pinto Ribeiro

Geometrias da memória: configurações pós-coloniais
António Sousa Ribeiro | Margarida Calafate Ribeiro (org.)
2016, Porto: Afrontamento

 

Open Access

“Estados falhados? Discursos da colonialidade"

Fabrice Schurmans

Geometrias da memória: configurações pós-coloniais
António Sousa Ribeiro | Margarida Calafate Ribeiro (org.)
2016, Porto: Afrontamento

 

Open Access

“Perdidas na exposição? Desafiar o imaginário colonial português através de fotografias de mulheres negras”

Júlia Garraio

Geometrias da memória: configurações pós-coloniais
António Sousa Ribeiro | Margarida Calafate Ribeiro (org.)
2016, Porto: Afrontamento

 

Open Access

“Corpos-memórias da Guerra Colonial: os Deficientes das Forças Armadas e o “restolhar de asas no telhado”

Bruno Sena Martins

Geometrias da memória: configurações pós-coloniais
António Sousa Ribeiro | Margarida Calafate Ribeiro (org.)
2016, Porto: Afrontamento

 

Open Access

“Les chibanis, entre deux malgré eux”

Tramor Quemeneur

Chibanis la question
Luc Jennepin
2016, Au Diable Vauvert : Vauvert

 

Open Access

 

Peut-on Décoloniser les Musées?

António Pinto Ribeiro

2019, Fundação Calouste Gulbenkian - Delegação em França

 

A partir dos anos 60, o "déseurocentrismo" da produção do conhecimento e a revisão dos cânones e das epistemologias iniciadas com os Estudos Culturais a que se sucederam vários estudos do pós-colonialismo e de género, provocaram  uma revolução comparável à revolução copernicana. É nesse contexto que a epistemologia e a museografia se deslocaram para compreender que os museus, não são apenas colecções, mas dispositivos narrativos, confrontados na sua condição de terem que ser pós-coloniais. Essa situação  obriga-nos a revisitar as narrativas e, no mínimo, a incorporar tensões entre histórias antigas e novas e a reflectir sobre como essas colecções e arquivos chegaram aos museus europeus e norte-americanos e, finalmente, a redefinir o conceito de museu à luz do "pan-africanismo" e do "pensamento ameríndio".


 

 

COMPRAR

 

 

Geometrias da Memória: configurações pós-coloniais

António Sousa Ribeiro | Margarida Calafate Ribeiro (org.)

2016, Porto: Afrontamento

 

Na discussão contemporânea em torno de situações pós-coloniais, a dimensão da memória e da pós-memória tem vindo a assumir uma importância crescente. Geometrias da Memória: configurações pós-coloniais constitui o primeiro volume da coleção “Memoirs – Filhos de Império”, que resulta de uma parceria entre a editora Afrontamento e o projeto de investigação “Memoirs: Filhos de Império e Pós-memórias europeias”, do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, com financiamento do Conselho Europeu de Investigação (ERC, Consolidator Grant).


Textos de Ana Paula Ferreira, António Pinto Ribeiro, António Sousa Ribeiro, Bruno Sena Martins, Catarina Martins, Fabrice Schurmans, Francisco Noa, Helder Macedo, Isabel Castro Henriques, João Paulo Borges Coelho, Júlia Garraio, Laura Padilha, Margarida Calafate Ribeiro, Miguel Bandeira Jerónimo, Paulo de Medeiros, Roberto Vecchi.

 

COMPRAR INTRODUÇÃO RECENSÕES OPEN ACCESS